Misturas de Farinha Sem Glúten Para Receitas Caseiras

Uma das maiores dificuldades de quem começa uma dieta sem glúten é reaprender a cozinhar sem utilizar os ingredientes de antes. Na dieta sem glúten muitos alimentos não podem ser utilizados, e especialmente a farinha de trigo deve ser abolida.

receitas-de-misturas-sem-gluten

Porém, como se faz um bolo sem usar farinha de trigo? Como fazer um biscoito, um cupcake, panquecas, tortas, pães, entre outros alimentos sem utilizar a farinha branca? Pode parecer complicado, mas não é, e existem muitos substitutos para a farinha de trigo branca, basta conhecê-los e aprender a trabalhar com eles.

É claro que sempre existe a opção de comprar produtos sem glúten, porém, fazer receitas em casa ajuda a economizar e também é uma terapia para muita gente que adora colocar o avental e preparar sua própria comida.

Se você está se adaptando ainda à dieta sem glúten, no www.bomsemgluten.com.br poderá ter mais informações sobre essa dieta, mas nesse artigo vamos te ajudar a dar um passo muito grande e voltar a preparar receitas deliciosas, mas agora sem glúten!

As farinhas que substituem o trigo nas receitas sem glúten

Substituir o trigo parecia ser uma missão quase impossível. Isso porque é o glúten o responsável por conferir aquela textura única das massas preparadas com trigo, e retirando esse ingrediente, as características dessas massas também se perderiam.

Mas, entre erros acertos de especialistas em alimentos foi possível chegar até alguns ingredientes e misturas que podem substituir o trigo nas receitas sem prejudicar a textura e o sabor dos alimentos. O grande segredo dessa substituição está em utilizar a mistura certa para cada receita.

Isso porque dependendo do ingrediente utilizado ele confere uma textura diferente então, é importante conhecer a reação de cada farinha para poder utilizá-la acertadamente nas receitas, e conseguir bolos fofos e biscoitos crocantes, e não o contrário!

A proporção ideal da mistura de farinhas para substituir o trigo é colocar cerca de 40% de farinha integral e os outros 60 de farinhas brancas e féculas, como a de batata. Isso porque somente a farinha integral pode não dar uma boa textura, e assim, mistura-se as farinhas brancas e féculas para que além de nutritiva a receita fique bonita e com uma textura agradável.

Vale lembrar que esse é um valor de referência, e pode mudar segundo a composição da farinha utilizada. Por isso, os erros e acertos vão acontecer até que você consiga chegar num equilíbrio que lhe agrade o paladar.

Porém, com certeza você não deve estar muito animado para ter que errar sempre até conseguir algo que seja agradável de comer, certo? Então, busque sempre por informações e dicas de quem já testou, como as que você encontra neste site. E é claro que nós vamos te ajudar também, com algumas misturas e suas aplicações para receitas caseiras.

Lápis e papel na mão para criar agora o seu caderno de receitas sem glúten, começando pela base, que são as farinhas!

– Substitua cada xícara de farinha de trigo por uma xícara da mistura que vamos ensinar:

Mistura para bolos, pães e cupcake:

– Use xícara de chá para medir

2 xícaras de fécula de batata

1 3⁄4 xícaras de farinha de arroz (branco)

1 1⁄2 xícaras de polvilho doce

2 colheres (sopa) de xantana (ou de goma guar)

Mistura para bolo, cupcake e pão meio integral

– Use xícara de chá para medir

1 1⁄2 xícara de farinha de arroz (integral)

1 xícara de polvilho doce

3⁄4 de xícara de fécula de batata

1 1⁄2 colher (sopa) de goma guar ou xantana

Mistura para tortas, pães e pizza

– Use xícara de chá para medir

1 1⁄2 xícara de farinha de arroz (branco)

1 1⁄2 xícara de fécula de batata

1 xícara de farinha de painço

1 xícara de farinha de sorgo

2 colheres (sopa) de goma xantana

 

Mistura com baixo teor de carboidrato – para tortas, pães e pizzas

– Use xícara de chá para medir

1 1⁄2 xícara de farinha de painço

1 1⁄2 xícara de polvilho doce

1 xícara de farinha de sorgo

1 xícara de farinha de teff

1 colher (sopa) de goma guar

1 colher (sopa) de goma xantana

Onde comprar e como armazenar as farinhas

Você percebeu que existem muitas opções de farinhas sem glúten para utilizar em suas receitas, certo? Muitas delas são conhecidas e outar são mais incomuns de serem utilizadas.

Mas, embora elas sejam diferentes do que estamos acostumados, não é difícil encontrar as farinhas para comprar, basta procurar no lugar certo! Em alguns supermercados você pode encontrar as farinhas sem glúten, em mercados e também em lojas especializadas em produtos sem glúten e naturais.

Além de lojas físicas você também pode encontrar farinhas sem glúten na internet para fazer sua mistura, como neste link www.bomsemgluten.com.br/farinhas. E depois você somente precisará estocar as farinhas e suas misturas da maneira certa para garantir a durabilidade do produto.

Quando for estocar a farinha pura, fique atento as instruções da embalagem e respeite o prazo sugerido pelo fabricante. No caso das misturas, elas podem durar por meses, basta guardar em potes bem fechados ou em sacos plásticos vedados. Para saber o prazo ideal de consumo, observe a embalagem das farinhas que utilizou e considere a validade daquela que venceria primeiro. Dessa maneira você utiliza a farinha dentro de um prazo seguro.

Os ingredientes como a xantana e também a goma guar não podem faltar, porque eles são aqueles que vão substituir o glúten e vão cumprir o seu papel na receita. Esses dois ajudam a dar maciez e também liga para as massas, portanto, não os deixe de lado. Também são encontrados em lojas especializadas e na internet.

Pronto! Agora você já pode voltar pra cozinha e testar novas receitas com as misturas de farinhas sem glúten!

Veja essa menina aqui cozinhando para se inspirar mais ainda.